19 de ago de 2012

Cientistas Já Admitem Fim do Mundo em 2012


Eventos previstos pelos Maias estão se concretizando e alguns cientistas afirmam que fim do mundo está próximo

Antes rechaçada pelos cientistas, a teoria do fim do mundo em 2012 começa a ser aceita após série de previsões estarem sendo concretizadas.
A mais recente delas aconteceu nesta ultima quinta-feira (04/01), onde ocorreu um terremoto de magnitude 9,3 que atingiu o Reino Unido o maior até então na região, fato anteriormente previsto pelos Maias. Além disso, também havia sido previsto pelos maias um grande terremoto na virada do ano de 2011 para 2012, fato igualmente confirmado, ocorrido no Japão.
A consolidação das previsões está assustando a comunidade científica, que já admite a teoria como sendo provável. Na opinião do cientista Kanigunda Grohmann, o mais conceituado neste assunto, hoje há mais evidências indicando o fim do mundo, do que o contrário
"É fato as evidências até aqui encontradas em relação a teoria do fim do mundo, prevista pelos Maias. Sempre fui contrário a teoria, crítico ferrenho, porém já não me surpreende mais a concretização desses eventos, e, acredito, portanto, que o mundo realmente acabará este ano." (Kanigunda Grohmann)
O cientista também revela que a mídia evita a divulgação desses acontecimentos, para não deixar a população em pânico.
Seria mesmo o fim? Vivemos dias finais? Estamos ameaçados por tão grande terror?
Essa são questões que só saberemos responder em 2013, se ele chegar.

1 de ago de 2012

Projeto HAARP - Manipulação do Clima Para Se Ter Uma Arma de Guerra?

Terremotos Voltam a Acontecer


Terremoto de magnitude 6,0 atinge a costa do Pacífico do México


WASHINGTON, 29 Jul (Reuters) - Um terremoto de magnitude 6,0 atingiu a costa da Pacífico do México neste domingo, disse o Serviço Geológico dos Estados Unidos(USGS, sigla em inglês), mas não houve relatos de danos.
O epicentro foi aproximadamente 29 quilômetros a sudoeste de Suchiate, no estado de Chiapas, no sul do México, próximo da fronteira com a Guatemala. A profundidade foi de 35 quilômetros, segundo o USGS.
Serviços de emergência no estado de Chiapas estavam checando a área, porém um porta-voz disse que não havia informações de danos.
O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico não emitiu imediatamente um alerta de tsunami.


(Reportagem de Adriana Barrera e Eric Beech)

Apagão na Índia ou Efeito Colateral de Tempestade Solar?


Novo apagão na Índia deixa metade do país sem energia elétrica
NOVA DELHI — A Índia sofreu mais uma vez com um enorme apagão que atingiu a metade do país de 1,2 bilhão de habitantes, após o colapso de três redes de distribuição de energia, que deixou sem energia elétrica cerca de 20 estados do norte e nordeste.
Centenas de mineiros ficaram presos em uma mina de carvão em Bengala ocidental (leste) após a pane, informou o chefe de governo local, Mamata Banerjee. Os elevadores pararam devido à falta de eletricidade e eles não puderam voltar à superfície, explicou.
Segundo o diretor geral do grupo minerador Eastern Coalfields Limited, Niladri Roy, cerca de 200 mineiros estão presos a 180 km de Calcutá.
Eles foram instruídos a ir para um local com melhor ventilação, enquanto as equipes de resgate tentam fornecer alimento e água, disse.
"As redes de distribuição do norte, nordeste e leste não funcionam, mas estamos trabalhando para restaurá-las rapidamente", disse à AFP Naresh Kumar, o porta-voz da rede nacional de distribuição elétrica, Powergrid Corporation of India.
O ministro da Energia, Sushilkumar Shinde, afirmou que esta falha, de uma magnitude sem precedentes, ocorreu por volta das 13h00 locais (04h30 de Brasília), porque "os estados ultrapassaram a sua capacidade autorizada de oferta", causando um efeito dominó.
Veja também:

Novo Vírus de Gripe Volta a Ameaçar a Humanidade

Novo vírus de gripe mata focas bebês e pode ameaçar humanos

Um novo tipo de gripe das aves está causando uma epidemia mortal de pneumonia em focas bebês na costa nordeste dos Estados Unidos, e pode representar um risco para humanos, segundo uma pesquisa americana publicada esta terça-feira. A nova cepa recebeu o nome de avian H3N8 e é apontada como responsável pelas mortes de 162 focas ao longo da costa americana no ano passado, reportou o estudo publicado no periódico mBio, da American Society for Microbiology

A maior parte das focas mortas eram menores de seis meses. Embora não tenha havido registro de casos humanos, cientistas da Universidade de Columbia, em Nova York, pediram cautela, em vista do histórico da gripe das aves e sua habilidade em evoluir para formas capazes de infectar pessoas, como o H5N1.

"Nossas descobertas reforçam a importância de vigiar a vida selvagem na previsão e prevenção de pandemias", disse W. Ian Lipkin, professor de epidemiologia da Escola de Saúde Pública Mailman, da Universidade de Columbia."HIV/Aids, Sars, (vírus do) oeste do Nilo e influenza são exemplos de doenças infecciosas emergentes que se originaram em animais", acrescentou Lipkin.

"Qualquer surto da doença em animais domésticos ou selvagens, embora represente uma ameaça imediata à preservação da vida selvagem, também deve ser considerado potencialmente perigoso para os humanos", prosseguiu.

Os cientistas decodificaram o DNA da nova cepa e descobriram que ela se originou de um vírus da gripe das aves que circula entre aves aquáticas da América do Norte desde 2002. Com o passar do tempo, o vírus desenvolveu a habilidade de infectar mamíferos, acoplando-se a receptores de seu trato respiratório.

Novo vírus da gripe aviária pode ameaçar humanos

09:53 - 31-07-2012


Um estudo norte-americano indica que o novo vírus da gripe aviária, que já matou 162 focas na costa daquele país, poderá ameaçar humanos.

Os resultados da investigação foram esta terça-feira dados a conhecer. O H3N8 já provocou a morte a 162 focas, revela o mBio, um jornal da Sociedade Americana de Microbiologia.


Cientistas da Universidade de Columbia estão preocupados com uma eventual mutação do vírus que possa infetar humanos, escreve o JN.


Não há, no entanto, nenhum caso identificado em humanos. Esta nova estirpe consegue infetar, através das vias respiratórias, mamíferos. Recorde-se que este vírus é uma mutação do que afeta aves na América do Norte desde 2002.


Um relatório da Organização Mundial de Saúde deu conta de 357 vítimas mortais do vírus da gripe das aves, de um total de 606 casos identificados desde 2003.


Gripe H3N8 pode propagar-se de focas para seres humanos

Cientistas dos EUA descobriram uma nova estirpe de vírus de gripe que pode representar uma ameaça para a saúde humana.



Com o vírus H3N8 já foram associadas mortes de focas na Nova Inglaterra. Acredita-se que esta estirpe se propagou a focas de aves. Este pode vir a ser o primeiro exemplo de um vírus que ocorre tanto em aves como em mamíferos marinhos.
Num artigo na publicação da Sociedade Americana de Microbiologia, cientistas argumentam que essa mutação do H3N8 pode afetar o sistema respiratório humano.